patrícia, portugal
patriciaisabelricardo@gmail.com

a não primavera

Sorri a um dos teus demónios
e diz-lhe a verdade e
nada mais que a verdade:
não nascem flores no coração.
(As que há são de plástico.)

Em teu nome, dele e dos outros que virão.
Ámen.